Viajante Responsável

Como ser um viajante amigo dos animais?

amigo dos animais
Foto: Juan Gaspar de Alba

Aproveitamos o Dia Mundial dos Animais, 4 de outubro, para lembrar que você também pode ser um viajante amigo dos animais e ajudar a protegê-los durante as suas viagens. Cada vez mais, a observação de animais tem feito parte das atividades turísticas, que propõem experiências diferentes e inéditas para os viajantes. Mas fique de olho! Muitas vezes esses animais não fazem parte da fauna local e estão ali sendo explorados e até mesmo mal tratados somente para o prazer dos visitantes.

“Muitos animais são retirados da natureza para serem explorados em atividades de entretenimento ou que visam apenas o lucro”, alerta a Proteção Animal Mundial, lembrando que por trás dos atrativos pode haver maus-tratos e sofrimento dos animais. “Quanto mais informações você tiver sobre o tratamento dispensado aos animais, maior será a sua chance de protegê-los contra qualquer tipo de crueldade e sofrimento”, destaca a organização.

Para te ajudar a ser um viajante mais responsável, separamos algumas dicas importantes que a Proteção Animal Mundial destaca no Guia para se tornar um turista amigo dos animais. Confira:

amigo dos animais

Foto: Casey Allen

🐯 Pesquise e faça perguntas: verifique os lugares que você pretende visitar. Se houver interatividade com os animais, como é que eles são tratados e de onde eles vêm? Certifique-se de que seu agente de viagens tenha políticas de bem-estar animal.

🐻 Faça as escolhas certas: prestigie apenas atividades turísticas que não explorem animais silvestres.

🐧 Alimente-se de maneira ética: quando quiser experimentar comidas locais exóticas, assegure-se de que não utilize carne de animais ameaçados, o que geralmente é ilegal.

🐊 Pense antes de comprar: o souvenir que você está comprando pode incentivar a caça e o comércio ilegal de várias espécies silvestres.

🐦 Considere a cultura local: seja respeitoso, mas tenha em mente que a cultura não é desculpa para maltratar os animais.

🐬 Registre e denuncie: registre todo tratamento inadequado dispensado a um animal e envie para uma autoridade local competente. Não faça nada sozinho, já que pode acarretar risco para você ou para o animal.

🐘 Observe os animais na natureza: experimente a sensação prazerosa de observar os animais em seu habitat natural.

🦁 Divulgue: conte as suas experiências positivas para família e amigos. Use as mídias sociais para incentivá-los a se informar sobre como podem se tornar turistas amigos dos animais durante as férias.

Confira o Guia completo: https://www.worldanimalprotection.org/sites/default/files/br_files/guia_turista_amigo_dos_animais-pt.pdf

Veja mais dicas e acompanhe o movimento de proteção aos animais no site da Proteção Animal Mundial: https://www.worldanimalprotection.org.br/

Veja mais: 
Mini guia para observadores de aves iniciantes
Recomendações para avistamento de tartarugas marinhas

Sobre o Autor

Ana Duék

Jornalista com Mestrado em Gestão de Turismo e Hospitalidade pela Middlesex University (Londres), cursando MBA em Marketing Digital pela FGV. Acredita que as viagens podem ajudar a formar melhores pessoas e lugares para se viver! Cada um pode encontrar o seu caminho.

  • Rodrigo Braz Vieira

    Olá Ana Duék, não seria uma idéia também, não comer animais sendo ele de espécie ameaçada ou não?

    • Ana Duék

      Olá Rodrigo, claro! Uma ótima ideia! Penso que seria o ideal para todos nós, viajantes ou não! Não sou a favor de nenhum radicalismo e acho que cada um pode fazer até onde é possível, tentando sempre sair da zona de conforto, claro. Acho que o veganismo é um caminho importantíssimo para a sustentabilidade, o bem-estar animal e de todos nós. Não incluí na materinha pois não está no guia, mas acho que é um debate que certamente temos que levantar! 🙂