Viajante Responsável

Veneza pede aos visitantes que não nadem nos canais nem circulem em trajes de banho

Veneza

Adorada por viajantes no mundo inteiro, Veneza, a cidade do amor, tem sofrido nos últimos anos com o excesso de turistas e os danos causados ao patrimônio histórico e cultural. Além deixar visitantes frustrados com a lotação, a cidade enfrenta a gentrificação, abandono e repúdio ao turismo por parte dos venezianos e a ameaça de entrar para a lista dos patrimônios da UNESCO em perigo.

Para incentivar que os turistas sejam parceiros e comportem-se responsavelmente com o objetivo de buscar um turismo sustentável, que não altere o ambiente natural e artístico, nem obstrua o desenvolvimento de outras atividades sociais e econômicas em harmonia com a vida cotidiana dos moradores, a Comuna de Veneza lançou a campanha #EnjoyRespectVenezia, que pede aos viajantes que aproveitem e respeitem a cidade.

Veneza

Campanha pede aos turistas para não vandalizarem muros com grafites | Foto: Viajar Verde

VenezaA campanha listou 12 Regras de Ouro para o Viajante Responsável, que coloca os comportamentos proibidos ou inapropriados e também incentiva outras tantas atividades responsáveis. Os transgressores receberão multas que variam de € 25 a € 500. Também foi disponibilizado um mapa com jardins e áreas para descanso e banheiros públicos, um mapa de acomodações reconhecidas e autorizadas e sugestões de roteiros alternativos, diferentes e menos movimentados, para os turistas. Uma das ideias é visitar outras ilhas da Lagoa de Veneza, como Lido, Burano, Mazzorbo, Pellestrina e Torcello.

Veja mais:
“Refugiados bem-vindos. Turistas fora”, grafites se propagam pela Europa
Oito destinos afetados pelas mudanças climáticas

Confira as 12 Regras de Ouro para o Viajante Responsável da campanha #EnjoyRespectVenezia:

1. Descubra os tesouros escondidos de Veneza nos lugares menos visitados para apreciar a beleza excepcional de Veneza.

Veneza

Foto: Viajar Verde

2. Explore as ilhas da lagoa e o continente de Veneza, participe de eventos espalhados por toda a área metropolitana.

Veneza

Foto: Viajar Verde

3. Experimente os produtos locais e a cozinha típica veneziana.

Veneza

Foto: Viajar Verde

4. Visite as oficinas dos artesãos e conheça as antigas atividades que ainda existem hoje em Veneza. Escolha apenas produtos originais e não compre produtos de fornecedores ilegais.

Veneza

Foto: Viajar Verde

5. Reserve excursões com guias turísticos qualificados capazes de contar a história de milhares de anos de Veneza.

Veneza

Foto: Viajar Verde

6. Caminhe à direita, não fique parado a qualquer momento em pontes, nem conduza bicicletas nem mesmo pelas mãos.

Veneza

Foto: Viajar Verde

7. Degraus de igrejas, pontes, poços, monumentos e margens de canais não são áreas de piquenique. Utilize os jardins públicos para esta necessidade. Consulte o mapa.

Veneza

Foto: Viajar Verde

8. A Praça de São Marcos é um sítio monumental e, excluindo bares e restaurantes pertinentes, é proibido ficar a qualquer momento parado para consumir alimentos ou bebidas.

Veneza

Foto: Viajar Verde

9. Veneza é uma cidade de arte: é proibido acampar, caminhar em roupas de banho, mergulhar e nadar. As praias de Lido e Pellestrina podem ser facilmente alcançadas.

Veneza

Foto: Viajar Verde

10. Respeite o meio ambiente e a riqueza artística: não jogue lixo no chão, não vandalize com grafite ou cadeados. Não dê comida aos pombos.

Veneza

Foto: Viajar Verde

Sobre o Autor

Ana Duék

Jornalista com Mestrado em Gestão de Turismo e Hospitalidade pela Middlesex University (Londres), cursando MBA em Marketing Digital pela FGV. Acredita que as viagens podem ajudar a formar melhores pessoas e lugares para se viver! Cada um pode encontrar o seu caminho.