Destino Internacional

Imigração no Reino Unido pode ter entrada rápida para brasileiros

Foto: Viajar Verde

A imigração no Reino Unido pode ficar mais ágil a partir de agora para os brasileiros. Quem viaja com frequência para a Inglaterra, Escócia, Irlanda do Norte e País de Gales pode se inscrever no programa Registered Traveller Service, que garante rapidez nos procedimentos de imigração. Os candidatos precisam comprovar que são viajantes frequentes nos países e passar por uma checagem de segurança.

Para se inscrever no programa, o passageiro precisa ter um passaporte válido, um visto ou ter visitado o Reino Unido ao menos quatro vezes ao longo dos últimos dois anos. A inscrição deve ser feita pela internet no site: https://www.gov.uk/registered-traveller. Depois que as verificações forem realizadas, se a inscrição for aprovada, o indivíduo receberá uma carta de aceitação provisória. O Registered Traveller Service permite aos passageiros que entrem no Reino Unido por meio dos portões de acesso de passaporte biométrico (caso possuam um ePassport) ou pelo portão de passaporte Europeu ou do Reino Unido, não sendo necessário o preenchimento do cartão de desembarque.

Para validar sua associação, o indivíduo deve, na sua próxima viagem, se apresentar a um oficial de imigração no Reino Unido para concluir o processo de inscrição com uma entrevista, que confirmará se o candidato se enquadra dentro das especificações do serviço, além de confirmar sua identidade.

O ministro da Imigração do Reino Unido, Robert Goodwill, comentou a nova medida oferecida a brasileiros: “Sabemos que milhares de passageiros que chegam ao Reino Unido todo ano são brasileiros e esse programa possibilitará a eles uma entrada ainda mais rápida quando vierem ao país. Esse projeto já está disponível a vários países ao redor do mundo e estou muito contente em receber o Brasil como parte desta comunidade, a Registered Traveller Service”, comemorou Goodwill.

“Em 2015 recebemos 324 mil turistas brasileiros – um recorde pelo segundo ano consecutivo e um aumento de 10% em relação ao ano anterior. Esperamos que a inclusão do Brasil no programa seja um incentivo para a vinda de mais brasileiros para fazer negócios e para conhecer mais destinos”, encoraja o encarregado de negócios do Reino Unido no Brasil, Wasim Mir.

Sobre o Autor

Ana Duék

Jornalista com Mestrado em Gestão de Turismo e Hospitalidade pela Middlesex University (Londres), cursando MBA em Marketing Digital pela FGV. Acredita que as viagens podem ajudar a formar melhores pessoas e lugares para se viver! Cada um pode encontrar o seu caminho.