Viajante Culinário

Visitando uma vinícola sustentável

A 120 km de Santiago, no Chile, entre os vales de Casablanca e San Antonio, está a vinícola boutique Matetic, um lugar que recebe apreciadores de um bom vinho, experientes ou não, com cuidados especiais. Além dos serviços personalizados e das variadas atividades, que incluem degustações, passeios e aventuras, a Matetic busca uma abordagem sustentável com boas práticas que aproveitam o potencial completo do seu terroir costeiro e mantêm o equilíbrio da região e do meio ambiente.

O grande segredo para a sustentabilidade e, consequentemente, a fabricação de vinhos únicos e de qualidade, está na produção orgânica e biodinâmica, que imprime cuidados especiais em todas as etapas da viticultura (cultura das uvas) e da vinificação (processo de tratamento dos vinhos). A Matetic também conta com a ajuda da localização. O ecossistema praticamente fechado do Vale El Rosario, subdivisão do Vale de San Antonio, facilita a implementação das práticas e a região próxima à costa, a 260 metros acima do nível do mar, garante o clima ameno.

Foto: Matetic

Desde que foi fundada, em 1999, a Matetic trabalha com iniciativas responsáveis, inspiradas principalmente pelos trabalhos do consultor para vinícolas biodinâmicas Alan York e dos preparados biodinâmicos de Rudolf Steiner. Com o objetivo de ter uma vinícola viva e próspera por muitos anos, levando em conta um projeto a longo prazo, mas que não sobrecarregue ou comprometa o solo, o vinhedo nem o meio ambiente, a Matetic investe constantemente nas seguintes práticas:

Matetic

Degustação
A vinícola oferece duas opções de tours com degustação – o Corralillo e o Equilíbrio. Ambos duram uma hora e os visitantes podem conhecer a adega, com vista para os vinhedos orgânicos e biodinâmicos, e aprender sobre os processos de vinificação, engarrafamento e envelhecimento da bebida. O que muda são os vinhos oferecidos no final.

Atividades
A vinícola oferece passeios ao ar livre para todos os níveis de preparo físico e com guias especializados. Há caminhadas e cavalgadas que duram de uma a duas horas e meia, a maioria acessível a todos os tipos de viajantes e sempre guiados por um camponês nativo. Para quem curte pedalar, a ideia é subir numa mountain bike e percorrer aproximadamente 15 km entre bosques e parreiras. São cerca de duas horas e meia de passeio. Se a ideia é fazer um programa mais contemplativo, a opção é o tour de van por campos de arandos, um fruto vermelho da região, que termina na antiga adega Corralillo.

Onde ficar

Foto: MateticLa Casona Hotel – um antigo casarão colonial reformado, com mais de 100 anos de história, abriga o charmoso hotel La Casona, que fica dentro da vinícola e de onde é possível avistar os belíssimos vinhedos e jardins da região. O hotel boutique tem sete apartamentos elegantemente decorados e conta ainda com o restaurante Equilíbrio, onde são servidos deliciosos pratos harmonizados.

http://matetic.cl/en/tourism/
info@matetic.com
Tel: (+56) 2 2611-1520

Sobre o Autor

Ana Duék

Jornalista com Mestrado em Gestão de Turismo e Hospitalidade pela Middlesex University (Londres), cursando MBA em Marketing Digital pela FGV. Acredita que as viagens podem ajudar a formar melhores pessoas e lugares para se viver! Cada um pode encontrar o seu caminho.