Viajante Responsável

8 tendências em viagens do bem para 2018

tendências em viagens
Foto: Zac Durant
Escrito por Ana Duék

Com 2017 já fechando as portas, é hora de pensar o que vem por aí em 2018. Fizemos uma pesquisa considerando o que vivemos este ano e o que apontam especialistas para o setor de viagens no ano que vem. A boa notícia é que o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento, estipulado pela ONU e pela Organização Mundial do Turismo para 2017, parece ter gerado efeitos positivos e alguns passos para uma transformação.

Com iniciativas que contribuíram para conscientizar e incentivar que nossas viagens passem a ser mais comprometidas com a preservação de culturas e do meio ambiente e a mitigação da pobreza, vemos que muitas das tendências em viagens para o ano que vem seguem o caminho do turismo sustentável.

Veja quais são as tendências em viagens do bem para 2018

1. Viagens de impacto social:

Viagens de impacto social nada mais são do que viagens que realmente beneficiam comunidades locais e seus destinos. A oferta (e a procura) dessas viagens têm crescido na América Latina e especialmente no Brasil, com novas iniciativas e operadoras de turismo comunitário. Os viajantes estão descobrindo que podem ter experiências especiais e autênticas e ainda impactar positivamente várias pessoas. Aplicativos como Visit.org e LokalTravel e operadoras como a Vivejar, a Turismo Consciente e a Viare Travel oferecem roteiros de impacto. E viajantes solo também têm descoberto sozinhos como para trazer propósito para suas viagens.

tendências em viagens

Foto: Stephanie Braconnier

2. Viagens veganas:

Não é segredo para ninguém que cresce cada vez mais o número de adeptos do veganismo e do vegetarianismo no mundo. E, claro, eles também adoram viajar. A Lonely Planet destacou as viagens veganas dentro das tendências em viagens para 2018 e nós concordamos. Aos poucos aumentam as opções de restaurantes, hospedagens, atrativos, festivais e até agências veganas, como o caso da brasileira Vegan4You. Em Campos do Jordão, o Hotel Serra da Estrela transformou-se em vegano nos últimos anos e sites como Vegan Welcome, Veggie Hotels e Veg Visits ajudam a encontrar acomodações para quem não come produtos animais. Já a alemã Vegan Travel oferece cruzeiros 100% veganos.

tendências em viagens

Foto: Brooke Lark

3. Destinos fora do comum:

O excesso de turistas em grandes destinos como Barcelona, Veneza ou Dubrovnik tem deixado os moradores locais enfurecidos e esses lugares menos convidativos para uma visita. A boa notícia é que os turistas estão descobrindo que é possível fazer viagens ainda mais incríveis para outros destinos fora do comum e muitas vezes elas podem sair até mais em conta. A revista Forbes indicou 27 viagens baratas para fazer em 2018, incluindo lugares como Zanzibar, na Tanzânia, San Miguel de Allende, no México, Herceg Novi, em Montenegro, e Dakar, no Senegal. No Brasil, a gente sempre pode descobrir cantinhos incríveis também! Eu recomendo Diamantina, Três Coroas e Itatiaia.

tendências em viagens

Foto: Bitesee

4. Turismo voluntário:

Não dá para negar. O turismo voluntário virou uma febre e está entre as principais tendências em viagens. Todos os jovens querem ter uma experiência transformadora internacional e, ao mesmo tempo, sentir que estão fazendo sua parte no mundo, ajudando alguém. Eu defendo muito que o volunturismo precisa ser uma atividade muito consciente e você precisa estar atento ao projeto com o qual está se envolvendo. Tenha certeza que ele e você estão gerando impacto positivo para a comunidade que você está visitando. Sobre isso vamos conversar melhor depois. Mas, partindo do princípio que estamos falando de um voluntariado do bem, então mãos à obra! Sites como Workaway e Worldpackers ajudam você na busca por uma oportunidade. Se for contratar uma agência, tenha certeza que ela é séria e não está só querendo ganhar dinheiro, combinado? 😉

tendências em viagens

Foto: Madi Robson

5. Glamping:

Se você ainda não ouviu falar em glamping, em breve ouvirá. A moda do acampamento de luxo e com conforto é um sucesso lá fora e já está começando a pegar no Brasil. Recentemente, o Hostel da Vila, em Ilhabela, passou a oferecer 3 cabanas para glamping. Elas têm cama box e recebem até três pessoas. A Korubo já oferecia a prática no Jalapão e o hotel Parador Casa da Montanha em Cambará do Sul. O site Glamping Hub ajuda você a encontrar experiências de glamping em diversos destinos.

tendências em viagens

As novas cabanas de glamping do Hostel da Vila, em Ilhabela | Foto: Hostel da Vila

6. Retiros espirituais:

Cada vez mais diversificados estão os espaços, hotéis e serviços que oferecem propostas de relaxamento, tratamento curativo e desintoxicação para viajantes. Eles vão dos retiros de yoga a meditação, com ideias, propostas e filosofias bem diferentes.

tendências em viagens

Foto: Cristina Cerda

7. Parques Nacionais:

Finalmente, nós brasileiros estamos reconhecendo o valor de nossos parques. O Parque Nacional do Iguaçu é nosso queridinho (e dos turistas estrangeiros) e já recebeu mais de 1.600.000 visitantes esse ano, prometendo bater um recorde histórico com a maior visitação anual de todos os tempos até o fim do ano. Também já cairam no nosso gosto o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, o Parque Nacional da Chapada Diamantina e o Parque Nacional do Jalapão. Mas faltam muitos outros incríveis para descobrirmos. São mais de 70 parques nacionais no Brasil. Então, mãos à obra!

tendências em viagens

Foto: Cataratas do Iguaçu S.A

8. Viagens de trem:

Elas não são comuns no Brasil, mas na Europa sempre foram queridinhas. O lançamento do filme ‘O Assassinato no Expresso do Oriente’ faz a gente lembrar que as viagens de trem também podem ter muito glamour. Neste ano a rede Belmond, que opera o famoso Orient Express, lançou o trem de luxo Belmond Andean Explorer, que sai de Cusco até o Lago Titicaca, no Peru. Mas as grandes vantagens das viagens de trem é que, além de muito mais sustentáveis, elas também podem ser bem mais baratas e com cenários incríveis. Algumas delas são a viagem de São Petersburgo a Moscou, pelo Red Arrow Express; de Cusco a Aguas Calientes, pela Peru Rail; de Chicago a Emeryville, pelo California Zephyr; e de Moscou a Vladivostok pela ferrovia Transiberiana.

tendências em viagens

Foto: Trans-Siberian Railway

Sobre o Autor

Ana Duék

Jornalista com Mestrado em Gestão de Turismo e Hospitalidade pela Middlesex University (Londres), cursando MBA em Marketing Digital pela FGV. Acredita que as viagens podem ajudar a formar melhores pessoas e lugares para se viver! Cada um pode encontrar o seu caminho.