Mercado

Inovação e reputação em sustentabilidade no turismo – entrevista com a rede Arena Hotéis

sustentabilidade no turismo
Piscina na cobertura do hotel Arena Leme | Foto: Arena Hotéis

Com a inauguração do primeiro hotel em 2009, a rede Arena Hotéis foi pioneira no Rio de Janeiro na leva de hotéis modernos realmente preocupados com a sustentabilidade ambiental. Única rede hoteleira 100% carioca, com 3 hotéis localizados na Zona Sul da cidade, em Copacabana, Ipanema e no Leme, ela continua fazendo questão de investir em práticas responsáveis, que agora vão de projetos inovadores para economia de água, a iniciativas de preservação, recuperação e cuidado nos bairros onde estão presentes.

Conversamos com José Domingo Bouzon, diretor da rede Arena Hotéis, para entender como nasce e com que cultura e desafios se desenvolve uma rede de hotéis urbana e brasileira totalmente focada na sustentabilidade. Confira:

sustentabilidade no turismo

José Domingo Bouzon, diretor da Arena Hotéis | Foto: Viajar Verde

Viajar Verde: A preocupação com a sustentabilidade ambiental já é foco da rede Arena Hotéis desde o princípio? 

J. Domingo: Sim. Em 2007, quando começamos a projetar o Arena Copacabana e suas estações de tratamento, tudo era ainda muito novo. Havia poucas soluções para eficiência energética e gestão da água. Mas investimos no que foi possível e fomos atualizando. Hoje temos, nos três hotéis, sistemas que aproveitam o calor gerado pelo ar condicionado para aquecer a água; nosso mobiliário é todo de madeira de reflorestamento; temos redutores de vazão em todas as pias e chuveiros; reciclamos lixo e óleo de cozinha; temos películas especiais nos vidros que reduzem a passagem do calor, mas permitem a luminosidade; nossas lâmpadas são 100% LED; nosso sistema de água é pressurizado de baixo para cima e ainda possuímos um sistema eficiente de tratamento da água da pia e dos chuveiros, que é reutilizada nos vasos sanitários. É um trabalho de engenharia enorme, em espaços urbanos apertados, porque muitas vezes você precisa duplicar a quantidade de tubos ou estruturas para fazer essas instalações. No Arena Leme e no Arena Ipanema, que são mais novos, já temos a certificação PBE Edifica classe A, que garante que não há qualquer tipo de desperdício ou má utilização dos recursos energéticos. Agora estamos caminhando para certificar o Arena Copacabana.

Veja mais: Rede Arena inaugura hotel sustentável no Leme

VV: Qual a importância de uma certificação de sustentabilidade para um hotel?

J. Domingo: Quando calculamos o custo de investimento inicial para que o hotel seja 100% sustentável, consideramos que esse investimento de 20 ou 30% a mais tenha um retorno em médio prazo, em cerca de 3 anos. Mas consideramos também entre os ganhos o retorno de imagem para a empresa. Entendemos que a certificação é muito importante para a nossa reputação.

VV: Os funcionários são envolvidos na proposta de sustentabilidade da rede Arena Hotéis?

J. Domingo: Desde que são admitidos eles recebem treinamento e passam a conhecer as iniciativas do hotel. Em uma rede como a nossa, o funcionário logo se acostuma e se envolve com a cultura do hotel. Eles também estão diariamente separando lixo e óleo de cozinha para reciclagem. Se um dia o caminhão falta, eles reclamam.

VV: Nesses 8 anos, você percebeu o comportamento do hóspede mudar em relação à sustentabilidade?

J. Domingo: Os europeus sim, bastante. Os brasileiros acho que ainda não.

VV: Qual o segredo para lidar com a crise que o Brasil e o estado do Rio de Janeiro estão passando?

J. Domingo: Reduzir custos. Nossa ocupação caiu cerca de 20% e os custos subiram 20%. Precisamos ser criativos e reinventar processos. A última coisa que um prestador de serviços quer é reduzir pessoal, mas infelizmente às vezes é necessário. Nós reduzimos nossas diárias em 30% e estamos também incentivando as reservas diretas em nosso site, sem intermediação, com descontos e outros bônus.

VV: Mas você tem esperanças de que vamos sair desta crise?

J. Domingo: Sem dúvida!

VV: Vocês estão também envolvidos em uma campanha social pela melhoria dos bairros…

J. Domingo: Sim. Nós e a ABIH (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro) nos juntamos às associações de moradores dos bairros do Leme, Copacabana, Ipanema e Leblon com o objetivo de melhorar o nosso entorno, apoiando a Prefeitura em questões importantes como iluminação, limpeza, segurança, poda de árvores e soluções para os moradores de rua. A iniciativa chama-se “Eu Cuido do Meu Quadrado, e Você?”. A ideia é que isso dê certo e a Prefeitura possa levar para outros bairros. Estamos propondo alguns projetos, ajudando na recuperação de abrigos e sugerindo que eles possam cadastrar profissionais para possíveis trabalhos nos hotéis.

VV: Qual a importância de investir também no seu entorno?

J. Domingo: Cuidar do “meu quadrado” é essencial. Eu não brigo pelo meu hotel, eu brigo pela minha cidade. Quanto melhor for a minha cidade, melhor para o morador, melhor para o empreendedor, melhor para o viajante.

Sobre o Autor

Ana Duék

Jornalista com Mestrado em Gestão de Turismo e Hospitalidade pela Middlesex University (Londres), cursando MBA em Marketing Digital pela FGV. Acredita que as viagens podem ajudar a formar melhores pessoas e lugares para se viver! Cada um pode encontrar o seu caminho.