Viajante Natural

Conheça as 24 novas Reservas da Biosfera da UNESCO

Reservas da Biosfera
Foto: © UNESCO:Thomas Ix, Reserva de Biosfera de Moen

No último mês de junho, o Conselho Internacional de Coordenação do Programa da UNESCO sobre o Homem e a Biosfera incluiu 24 novas Reservas da Biosfera à lista mundial da UNESCO. Doze reservas já existentes tiverem seu território extendido ou passaram por mudança de nome. As Reservas da Biosfera são lugares de aprendizagem sobre o desenvolvimento sustentável, onde são conciliados conservação da biodiversidade com o uso sustentável dos recursos naturais. A cada ano, o Conselho Internacional de Coordenação do Programa, comporto por representantes de 24 estados membros, se reúne para ampliar a rede a partir das candidaturas recebidas. O Programa sobre o Homem e a Biosfera, criado pela UNESCO no princípio dos anos 1970, é um programa científico que tem o objetivo de melhorar as relações entre os habitantes do planeta e seu meio ambiente natural.

Confira quais são as 24 novas Reservas da Biosfera do planeta:

1. Reserva da Biosfera de Moen (Dinamarca) – tem uma superfície de 45.118 hectares e é formado por um conjunto de ilhas e ilhotas sobre o mar Báltico, que possuem bosques, prados, pastagens, zonas húmidas, zonas costeiras, lagos e colinas íngremes.

Reservas da Biosfera

Foto: © UNESCO:Morten Pihl, Reserva de Biosfera de Moen (Dinamarca)

2. Reserva da Biosfera de Garden Route (África do Sul) – a fauna é muito diversa e compreende algumas espécies de grandes mamíferos, como elefantes, rinocerontes e búfalos.

3. Reserva da Biosfera Transfronteriça dos Bosques da Paz (Equador y Perú) – com uma superfície total de 1.616.988 hectares, está localizada ao sudoeste do Equador e ao nordeste do Perú. Tem 59 espécies endêmicas, dentre as quais 14 estão em perigo de extinção.

Reservas da Biosfera

Foto: © UNESCO/MANCOMUNIDAD BOSQUE SECO, Reserva de Biosfera Transfronteriza de Bosques de Paz (Ecuador y Perú)

Mais: descubra a Reserva Biológica Huilo-Huilo, no Chile

4. Reserva da Biosfera do Bosque de Majang (Etiopia) – compreende bosques de montanha que se encontram em uma das zonas mais fragmentadas e ameaçadas do mundo.

5. Reserva da Biosfera de Savegre (Costa Rica) – situada na costa do Pacífico Central, a 190 km da capital San José, possui uma grande biodiversidade, abrigando 20% da flora, 54% dos mamíferos e 59% das aves da Costa Rica.

Reservas da Biosfera

Foto: © UNESCO:Savegre Biosphere Reserve, Reserva de Biosfera de Savegre

6. Reserva da Biosfera de Gadabedji (Níger) – situada no centro do país, esta reserva se extende por 1.413.625 hectares. Reúne cerrados, depressões, valas e dunas de areia e abriga gazelas, raposas e chacais.

7. Reserva da Biosfera de Tepilora, Rio Posada e Montalbo (Itália) – situada na ilha da Sardenha.

Reservas da Biosfera

Foto: © UNESCO/Emiliano Oddone, Reserva de Biosfera de Tepilora, Rio Posada y Montalbo (Italia)

8. Reserva da Biosfera de Jakassky (Rússia) – possui uma rica biodiversidade e 80% de sua superfície estão cobertos pelos bosques boreais de taiga. A população, cerca de 5.500 pessoas, vivem da exploração sustentável dos bosques, da agricultura, da apicultura e do turismo.

9. Reserva da Biosfera de Sobo, Katamuki e Okue (Japão) – forma parte do maciço montanhoso de Sobo-Katamuki-Okue e se caracteriza pela presença de elevações abruptas. Os bosques cobren 85% dos 243.672 hectares da reserva, que é un lugar de grande importância para a biodiversidade da região.

Reservas da Biosfera

Foto: © UNESCO/Takatora Tashima, Reserva de Biosfera de Sobo, Katamuki y Okue (Japón)

10. Reserva da Biosfera de Metsola (Federación de Rússia) – situada na fronteira com a Finlândia, este sítio engloba a reserva de Kostomukshsky e um dos bosques de taiga intactos mais antigos do norte e noroeste da Rússia.

11. Reserva da Biosfera do Rio Mono (Benin e Togo): situada no sudoeste de Benin e sudeste do Togo, abarca uma superfície de 346.285 hectares. Abriga cerca de 2 milhões de pessoas que vivem principalmente de pecuária, pesca e de pequena escala de produção de óleo de palma e coco. Os peixes-boi, hipopótamos e macacos são animais emblemáticos da região. A presença generalizada de florestas e árvores sagrados atesta a vitalidade duradoura das práticas culturais tradicionais dos habitantes do local.

Reservas da Biosfera

12. Reserva da Biosfera de Itaipú (Paraguai) – situada no leste do país, esta reserva tem um milhão de hectares. Abarca uma zona denominada Bosque Atlántico del Alto Paraná, considerada um dos ecossistemas maiss importantes para a conservação da diversidade biológica mundial.

13. Reserva da Biosfera da Selva Negra (Alemanha) – na região de cadeias montanhosas vivem 38 mil pessoas que mantiveram suas tradições culturais e atividades artesanais importantes.

Reservas da Biosfera

Foto: © UNESCO/Regierungspresidium, Reserva de Biosfera de la Selva Negra (Alemania)

14. Reserva da Biosfera de San Marcos de Colón (Honduras) – com 57.810 hectares de superfície, está a poucos quilômetros da fronteira da Nicarágua e abriga uma importante diversidade biológica. Por lá vivem 18 povos, que reúnem 26.350 pessoas.

15. Reserva da Biosfera de Castro Verde (Portugal) – situada ao sul Portugal, no interior da região do Baixo Alentejo, constitui uma das paisagens rurais mais ameazadas da região mediterrânea.

Reservas da Biosfera

Foto: © UNESCO:Castro Verde Municipality, MCV, Reserva de Biosfera de Castro Verde (Portugal)

16. Reserva da Biosfera de Minakami (Japão) – abrange uma linha de picos de 2.000 metros de altura que são o principal divisor de águas da ilha de Honshu.

17. Reserva da Biosfera Transfronteriça de La Selle e Jaragua-Bahoruco-Enriquillo (Haiti e República Dominicana) – esta reserva reúne La Selle, localizado no Haiti, e Jaragua-Bahoruco-de Enriquillo, localizada na República Dominicana, que foram declarados Reservas da Biosfera em 2012 e 2002, respectivamente. Ambas as reservas têm corredores ecológicos separados por uma fronteira política e administrativa existente entre os dois países. Seu agrupamento irá facilitar uma melhor gestão ambiental.

Reservas da Biosfera

Foto: La Selle BR (Haiti) – © Dieufort Deslorges

18. Reserva da Biosfera de Altyn Emel (Cazaquistão) – esta reserva engloba o Parque Nacional Estatal de Altyn Emel, uma das zonas protegidas do país que tem uma grande importância para a preservação da diversidade biológica na região.

19. Reserva da Biosfera Transfronteriza de Gran Altai (Rússia e Cazaquistão) – esta reserva está integrada por dois locais: Katunskiy (pertencente à Rússia, que foi declarado Reserva da Biosfera em 2000) e Katon-Karagay (pertencente ao Cazaquistão, que foi declarado Reserva da Biosfera em 2014). Entre as atividades realizadas na região estão a criação de gados, veados, produção de forragem, apicultura, turismo, caça, pesca e coleta de produtos florestais não madeireiros.

Reservas da Biosfera

Foto: © UNESCO/Grand Altay Transboundary Biosphere Reserve/A. Kobrev, Reserva de Biosfera Transfronteriza del Gran Altai (Federación de Rusia y Kazajstán)

20. Reserva da Biosfera de Jebel Al Dair (Sudão) – esta reserva abarca uma das últimas áreas de rica biodiversidade remanescentes na região semi-árida do norte de Kordofan. É a serra de Al Dair, que possui florestas e savanas, ecossistemas florestais e uma rede de córregos. O local tem 112 espécies de plantas, a maioria das quais são utilizadas como remédios medicinais ou perfumes.

21. Reserva da Biosfera da Baía de Kizlyar (Rússia) – esta baía, que é uma das maiores do Mar Caspio, é uma das rotas migratórias de aves mais importantes do continente eurasiático. Possui diversos ecossistemas marinos e costeros, uma zona desértica e populações de animais em perigo de extinção.

Reservas da Biosfera

Foto: Reserva de Biosfera de la Bahía de Kizlyar (Federación de Rusia)

22. Reserva da Biosfera de Backo Podunavlje (Sérvia) – situada noroeste do país, tem uma superficie de 176.635 hectares e abrange áreas aluviais da parte central da planície do Danúbio, onde estão planícies de inundação e vestígios históricos de paisagens modeladas por assentamentos e atividades agrícolas dos seres humanos.

23. Reserva de Biosfera de Karatau (Cazaquistão) – Karatau ocupa o primeiro posto entre as regiões da Ásia Central por número de espécies endêmicas. A economia da região é baseada principalmente na pecuária, agricultura e turismo ecológico e de lazer.

Reservas da Biosfera

Foto: © UNESCO:A. Zdanko, Reserva de Biosfera de Karatau (Kazajstán)

24. Reserva da Biosfera de Indawgyi (Mianmar) – o Indawgyi é o maior lago de água doce país. A reserva tem uma superfície de 133.715 hectares e reúne uma grande zona lacustre aberta, zonas de vegetação flutuante, uma floresta pantanosa e várzeas sazonais.

Com informações da Sustentur e UNESCO

Sobre o Autor

Ana Duék

Jornalista com Mestrado em Gestão de Turismo e Hospitalidade pela Middlesex University (Londres), cursando MBA em Marketing Digital pela FGV. Acredita que as viagens podem ajudar a formar melhores pessoas e lugares para se viver! Cada um pode encontrar o seu caminho.