Viajante Radical

Mini guia para snorkeling e mergulhos responsáveis

guia para snorkeling
Foto: Suba St Lucia - www.scubastlucia.com

Diversos destinos pelo Brasil e pelo mundo, com águas cristalinas e incrível biodiversidade marinha, convidam os viajantes para a prática de snorkeling, também conhecido como mergulho livre. Com apenas máscara, tubo e nadadeiras (pés de pato), a grande vantagem do snorkeling é que ele não exige curso ou prática e pode ser realizado por qualquer pessoa. Mas, assim como qualquer atividade de integração com a natureza, merece cuidados especiais de segurança e responsabilidade para proteger o ambiente marinho e garantir que ele continue incrível para seu próximo mergulho.

Antes de colocar seus equipamentos, confira este Mini Guia para Snorkeling Responsável sugerido pelo nosso site parceiro Viajero Responsable:

Se pensamos em um snorkeling responsável devemos ter em conta dois objetivos: 1) preservar o ambiente marinho e 2) desfrutar da atividade com segurança

Mini Guia para Snorkeling Responsável:

• Antes de entrar na água é importante sentir-se confortável e ter controle das técnicas de uso das nadadeiras
• Tenha consciência sempre de onde estão suas nadadeiras a fim de evitar remover a areia até em cima, bater em um arrecife ou perturbar a fauna marinha desnecessariamente
• Não pratique snorkeling em zonas onde a água tem menos de um metro de profundidade
• Para descansar, use estações de descanso ou outras ajudas de flutuação (ex: coletes)
• Não apoie-se em corais ou outros ambientes frágeis para tirar fotografias embaixo d’água
• Não toque em nenhum animal ou planta. Não só por responsabilidade com eles, mas também com nós mesmos
• Evite fazer barulhos fortes ou repentinos
• Não persiga animais debaixo d’água para tirar fotos
• Não bloqueie ou atrapalhe o caminho dos animais na água
• Não alimente os peixes
• Permanecer calmo, muitas vezes, além de economizar energia faz com que os peixes se aproximem de forma natural
• Não leve nenhum “souvenir” para casa!

Mais em http://viajeroresponsable.com.ar/snorkeling-responsable/

Se você é adepto do mergulho autônomo com cilindro, vale à pena então conferir estas dicas de segurança da ABETA – Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura:

Mergulho Responsável

Foto: Atlantis Divers

Mini Guia para Mergulho Autônomo Responsável:

• Contrate serviços de empresas que possuam Sistema de Gestão da Segurança (SGS) e dê preferência às que mantêm um certificado para esta atividade.
• No mergulho, você precisa ficar atento a dois procedimentos básicos: suba devagar à superfície e cumpra a tabela descompressiva, que exige paradas durante a subida de acordo com o tempo e a profundidade do mergulho. Isso evita a chamada doença descompressiva, que, apesar de rara, pode causar dores e lesões.
• Procure uma operadora ou uma escola certificadas por instituições internacionais.
• Mergulhe sempre em dupla e faça o procedimento de checagem do equipamento antes de cair na água. No batismo, o instrutor se ocupa de realizar esse procedimento.
• Ao usar o cilindro de ar, respire livremente embaixo d’água, como se estivesse na superfície.

Mais em http://www.abeta.tur.br/index.php/noticias/eventos/89-atividades/156-mergulho

Sobre o Autor

Ana Duék

Jornalista com Mestrado em Gestão de Turismo e Hospitalidade pela Middlesex University (Londres), cursando MBA em Marketing Digital pela FGV. Acredita que as viagens podem ajudar a formar melhores pessoas e lugares para se viver! Cada um pode encontrar o seu caminho.