Viajante Cultural

Festival Ilumina traz festa consciente e vegana para a Chapada dos Veadeiros

Festival Ilumina
Foto: Festival Ilumina

Nos dias 8 e 9 de julho, a 5ª edição do Festival IluminaMúsica Vibrando Cura vai reunir pessoas em busca de experiências, aprofundamento espiritual e entretenimentoa na cidade de Alto Paraíso de Goiás (GO). Práticas terapêuticas, música, dança, meditação, gastronomia, sustentabilidade, atividades infantis, saúde e bem-estar estão na programação, que promete facilitar a integração corpo-mente-espírito sob um clima de paz e celebração.

O líder humanitário e mestre espiritual brasileiro Sri Prem Baba, que conquistou seguidores em todo o mundo com ensinamentos que unem ciência e espiritualidade, abre o evento com uma celebração ao fogo, elemento que simboliza a transformação. Na programação musical, atrações como Lenine, que fará uma performance intimista e virtuosa com voz e violão e repertório autoral que inclui hits de sua carreira e preciosidades transcendentais; Flaira Ferro, compositora pernambucana com carreira em ascensão que traz em seu repertório temas sobre auto-conhecimento e ancestralidade, e Chandramukha Swami & Krishna Bandhu apresentando mantras indianos em performances inspiradas na tradição Hare Krishna, com instrumentos e dança étnicos.

Festival Ilumina

Foto: Festival Ilumina

Dentre as vivências terapêuticas focadas em bem-estar e consciência corporal, haverá Fernando Belatto com o método O-DGI (O Despertar do Guerreiro Interno), criado por ele para unir práticas físicas da arte marcial a autoconhecimento e meditação, proporcionando empoderamento pessoal e presença. O festival também conta com a palestra do Oberom, facilitador do método de 21 dias em jejum, sobre alimentação e o yoga como ferramentas para o desenvolvimento da consciência humana. Em parceria com a Virada Zen e a Virada Sustentável, o Festival Ilumina terá a participação do life coach, sea coach e apresentador de TV Henrique Pistilli. Conhecido como homem-peixe, Pistilli conduzirá uma vivência sobre a sensação de paz e vitalidade que sentimos quando estamos No ritmo da natureza.

O conceito do evento se reflete também na gastronomia e na sustentabilidade: os food trucks da praça de alimentação servirão apenas culinária vegana, além de bebidas terapêuticas utilizando florais do cerrado, ervas medicinais e cromoterapia; sempre priorizando os produtores locais e o cuidado no preparo, transcendendo o aspecto físico dos alimentos. Na infraestrutura, banheiro seco, composteira, separação de lixo, fomento à carona solidária e nada de materiais descartáveis.

“O Festival Ilumina surgiu com o propósito de nos reconectar com a essência e com a consciência amorosa que todos nós possuímos. Estimula o auto-conhecimento e a mudança interior, numa festa consciente e vegana, sem uso de drogas ou álcool, alinhada com os conceitos da economia e do consumo sustentáveis”, explica a DJ Lara Luzuah, que produz o evento ao lado de Karla Karajazz e Melissa Maurer.

As atividades acontecem no Novo Portal da Chapada, santuário ecológico a 12km de Alto Paraíso de Goiás e no limite do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Construído numa região de exuberante beleza natural, forte convergência espiritual e a savana mais rica do mundo em biodiversidade, dispõe de atrações como a cachoeira São Bento, piscinas de águas naturais e trilhas ecológicas.

Festival Ilumina – Música Vibrando Cura
Data e horários: 8 de julho (das 20h às 23h) e 9 de julho (das 8h às 23h)
Onde: Novo Portal da Chapada (Go 239 km 9 – Estrada para São Jorge), Alto Paraíso de Goiás
Ingressos: R$ 62 (infantil, de 7 a 12 anos), R$ 125 (primeiro lote de 500 ingressos), R$ 152 (segundo lote)
Vendas OnLine: Evenbrite
Facebook: /ilumina.chapadadosveadeiros
Instagram: /festivalilumina

Sobre o Autor

Ana Duék

Jornalista com Mestrado em Gestão de Turismo e Hospitalidade pela Middlesex University (Londres), cursando MBA em Marketing Digital pela FGV. Acredita que as viagens podem ajudar a formar melhores pessoas e lugares para se viver! Cada um pode encontrar o seu caminho.