Viajante Responsável

9 maneiras de economizar viajando como um turista responsável

economizar viajando
Foto: Everton Vila
Escrito por Ana Duék

Fazer turismo sustentável econômico é possível

Em um mundo em que cada vez mais pessoas viajam, os impactos que causamos ao planeta e às pessoas que vivem nele – sejam eles positivos ou negativos – são cada vez maiores. Somos bilhões de viajantes cheios de sonhos, vontades e câmeras nas mãos, mas, muitas vezes, pouco dinheiro no bolso. Ideal seria se essas bilhões de pessoas pudessem sempre causar impactos do bem, com viagens conscientes e sustentáveis.

Existe o grande mito de que sustentabilidade é sinônimo de luxo ou de produtos mais caros, quando, na verdade, sustentabilidade é para todos. Recentemente, reuni dicas de como é possível viajar de forma consciente e econômica para contribuir para uma brilhante matéria escrita pelo Lucas Peterson para o The New York Times. Decidi colocar minhas ideias aqui!

Espero que elas ajudem a trazer cada vez mais viajantes para esse grande e urgente movimento do turismo responsável!

9 maneiras de economizar viajando responsável:

1. Reserve hospedagens sustentáveis: ao escolher seu hotel, use sites de reservas que mostram as acomodações que realmente são comprometidas com a sustentabilidade, como o Book Different, o Ecobnb e até mesmo o TripAdvisor, que te dá a opção de selecionar os hotéis sustentáveis. Você verá que existem opções para todos os orçamentos e gostos, desde grandes hotéis até albergues e pousadas.

economizar viajando

Foto: Ana Duék

2. Escolha destinos fora do circuito: troque suas férias em Paris, Veneza ou Barcelona por destinos menos procurados. Essa é uma das excelentes maneiras de economizar viajando responsável. Existem muitos lugares que são consideravelmente mais baratos e que podem trazer experiências autênticas e surpreendentes. Você pode até usar mecanismos de pesquisa para vôos (em sites como Skyscanner e Kayak) e encontrar o destino com tarifas mais baratas ou melhor custo benefício para a date de sua viagem. Os moradores, tanto dos destinos lotados, quanto dos mais vazios, agradecem a sua escolha!

economizar viajando

Foto: Ana Duék

3. Faça turismo comunitário: estão crescendo (e muito) as oportunidades de fazer roteiros e passeios que envolvam experiências autênticas em pequenas comunidades pelo mundo. Esses roteiros normalmente não são caros e trazem vivências realmente únicas, com muita cultura, boa gastronomia, ecoturismo e a oportunidade de conhecer pessoas incríveis. O bacana é que eles incluem comunidades no turismo, gerando emprego e renda para quem precisa, e ajudam a preservar muitas culturas.

economizar viajando

Foto: Ana Duék

4. Escolha experiências sustentáveis: ao escolher seus passeios, opte por aqueles operadores que realmente têm cuidados com a natureza e geram impactos positivos para a comunidade local. Aproveite a diversidade de sites que oferecem experiências responsáveis e locais para escolher as suas antes mesmo de ir. Você pode usar o Visit.org, o Lokal Travel, o Good Goal , o Local Alike, o HiveSters ou o ImpactTrip, por exemplo.

Foto: Ana Duék

5. Observe animais na natureza: de acordo com a Proteção Animal Mundial, apenas animais em extinção têm justificativa para serem criados em cativeiro. Tanto você, quanto os animais, serão muito mais felizes na natureza! Há experiências incríveis de observação dos mais diversos bichos sem que precisemos perturbá-los ou abusar deles. Exclua da sua lista os atrativos que exploram animais 😉 (Veja como ser um viajante amigo dos animais)

economizar viajando

Foto: Ana Duék

6. Turismo voluntário sim, mas só quando necessário: nem todo turismo voluntário é turismo responsável, muito pelo contrário! Repense o volunturismo. Esteja consciente do projeto com o qual você está envolvido e pense se você realmente está contribuindo para ele. Evite o voluntariado em orfanatos, uma vez que a maioria deles virou um comércio para o turismo; e pense se você realmente tem habilidades para ensinar crianças ou construir algo. Idealmente, você deve trabalhar com algo que já tenha experiência para que o resultado seja positivo para ambos os lados.

economizar viajando

Foto: Alexandr Podvalny

7. Troque trabalho por hospedagem: já virou tendência mundial e é uma oportunidade ótima para aprender línguas, ganhar experiência e ainda ajudar pequenos empreendimentos e projetos. Além, é claro, de conhecer um destino sem pagar hospedagem e economizar viajando. Mas tenha em mente que o excesso desta prática pode ser um impedimento para o emprego legal. Não apoie empresas que só tenham esse tipo de trabalho. (Confira 3 sites para trocar trabalho por hospedagem)

economizar viajando

Foto: Amaury Salas

8. Compre produtos locais: nada melhor para economizar viajando do que comprar produtinhos e lembranças locais. Bom para você, que leva lembranças do lugar, e bom para o destino, que vê o dinheiro circular por lá. Afinal, qual é a graça de levar do México um iPhone?!

economizar viajando

Foto: Ana Duék

9. Caminhe e use transporte público: todos nós já sabemos, mas não custa lembrar: a bicicleta e a caminhada são os grandes amigos do meio-ambiente. Quando não for possível, use transporte público. Mais barato e menos gente poluindo o planeta, certo?

economizar viajando

Foto: Alex Read

Sobre o Autor

Ana Duék

Jornalista com Mestrado em Gestão de Turismo e Hospitalidade pela Middlesex University (Londres), cursando MBA em Marketing Digital pela FGV. Acredita que as viagens podem ajudar a formar melhores pessoas e lugares para se viver! Cada um pode encontrar o seu caminho.