Viajante Natural Destino Internacional

Capelas e Catedral de Mármore, Chile: as incríveis formações da Patagônia

Catedral de Mármore
Foto: Ana Duék
Escrito por Ana Duék

Um dos lugares mais surpreendentes que você vai encontrar no Chile são as Capelas e a Catedral de Mármore, formações curvas em rochas que nos deixam maravilhados com a natureza. Durante milhares de anos, as águas do Lago General Carrera, o segundo lago mais extenso e o mais fundo da América do Sul, localizado na Patagônia chilena, causaram erosão às rochas em suas margens, deixando descobertas as camadas de mármore nas pedras calcáreas e trazendo à tona as diferentes cores do carbonato de cálcio, do quartzo e da limonita presentes no local.

Catedral de Mármore

Foto: Ana Duék

Catedral de Mármore

Foto: Ana Duék

Em uma extensão de cerca de 300 metros, essas lindas rochas esculpidas fazem contraste com os tons azuis cristalinos do Lago General Carrera, formando uma paisagem única. Elas ganharam os nomes de Capelas, Cavernas e Catedral de Mármore, de acordo com sua formação. A Catedral é a maior das ilhas, medindo 25 metros de altura, e nas cavernas a água adentra formando corredores. Quando fui, os barcos ainda podiam entrar pelas cavernas. Soube que passariam a proibir para preservar o lugar. Desde 1994 as Capelas e a Catedral de Mármore são consideradas Santuário da Natureza, mas chegam a receber mais de 3 mil pessoas durante o verão.

Catedral de Mármore

Foto: Ana Duék

Catedral de Mármore

Foto: Ana Duék

Catedral de Mármore

Foto: Ana Duék

Catedral de Mármore

Foto: Ana Duék

Como chegar à Catedral de Mármore

As Capelas e a Catedral de Mármore, chamadas no Chile de Capillas de Mármol, ficam na região de Aysén, no norte da Patagônia chilena, e são um dos grandes atrativos de quem percorre a incrível Carretera Austral. O passeio de barco/lancha sai da pequena vila de pescadores de Puerto Rio Tranquilo e, em 15 minutos, alcança a margem do lago onde estão as formações. Você pode tomar um tour que saia de carro/van da capital de Aysén, Coyhaique. Nesse caso o passeio leva o dia inteiro, já que Coyhaique está a cerca de 4 horas de Puerto Rio Tranquilo. Ou pode pegar seu barco diretamente na vila. Dezenas de operadores oferecem as excursões ao longo da costa e estão prontos para partir para as cavernas a qualquer momento. Cada barco leva aproximadamente cinco passageiros a um custo de US$ 15 (CLP 7.000) por pessoa.

Catedral de Mármore

Foto: Ana Duék

Veja mais: Guia prático para percorrer a Carretera Austral

Como é o passeio à Catedral de Mármore

A visita à Catedral leva no máximo 2 horas, o que você passa a considerar ótimo no inverno. Ainda assim vale muito à pena ver essa beleza. A temperatura média anual por lá é de 9º C, mas você pode facilmente pegar temperaturas e sensações térmicas negativas, já que há muito vento e água! Se possível, vá com roupa impermeável e sapatos de água, porque certamente você vai se molhar. O passeio não é indicado para quem tem medo de água ou de barcos. Embora eles circulem muito devagar perto das capelas e cavernas, na ida e na volta o barco bate bastante e chega a dar uns bons sustinhos!

Catedral de Mármore

Foto: Ana Duék

Catedral de Mármore

Foto: Ana Duék

Catedral de Mármore

Foto: Ana Duék

Infelizmente, nosso dia ficou bem curto. Mas há quem aproveite o mesmo passeio e estenda coma visita ao mirante do Glaciar Exploradores. É uma ótima oportunidade para ver um lindo glaciar. Mas a dica que tivemos é que não vale à pena chegar lá no escuro, por isso desistimos da ideia. Se você realmente quiser fazer os dois, lembre-se de sair bem cedinho!

Veja mais: Onde ficar na Patagônia chilena – Patagonia House

Quem leva

Patagonia Marmol Tourhttps://www.patagoniamarmoltour.cl/
Ecotranquilo: https://www.ecotranquilo.cl/
Tehuelche Patagonia Tur: http://www.tehuelchepatagoniatour.cl/
Geosur Expedicioneshttp://www.geosurexpediciones.com/

Sobre o Autor

Ana Duék

Jornalista com Mestrado em Gestão de Turismo e Hospitalidade pela Middlesex University (Londres), cursando MBA em Marketing Digital pela FGV. Acredita que as viagens podem ajudar a formar melhores pessoas e lugares para se viver! Cada um pode encontrar o seu caminho.